4 LOJAS EM RIBEIRÃO, 1 EM SERTÃOZINHO E 1 EM BONFIM PAULISTA!

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Bem-vindo(a) ao Cenourão! Faça seu login ou crie sua conta.

Lichia pode matar, afinal? Entenda a polêmica

Um estudo recente associou a morte de centenas de crianças na Índia com o consumo de lichia. Entenda quando a fruta pode fazer mal e até matar.

04/02/2017

 

Recentemente, a morte de centenas de crianças na Índia foi associada ao consumo de lichia. Segundo o estudo, publicado na revista científica The Lancet, a condição, que provoca convulsão, perda de consciência e pode levar ao óbito, é causada pela ingestão da fruta quando a criança está de estômago vazio. Mas, a lichia seria capaz de fazer mal? De acordo com a nutricionista Gisele Paiva, sim. Mas em condições extremas. “A lichia tem uma substância chamada hipoglicina, que altera o metabolismo da glicose pelo corpo e faz com que os níveis de glicose no sangue caiam. Mas isso só vai ser um problema se os níveis de glicose já estiverem muito baixos e se você comer uma quantidade muito grande de lichia. Caso contrário, não há razão para se preocupar.”, explica Gisele, nutricionista da Clínica Drummon Dermato. Esse foi o caso das crianças na Índia. Segundo o estudo, a maioria das vítimas vivia em uma área pobre na região que é a maior produtora de lichia do país. As crianças que não estavam em boas condições nutricionais e já apresentavam baixos níveis de açúcar no sangue por não terem se alimentado nas últimas horas, comiam as frutas – provavelmente em grande quantidade – que caíram dos pés nas plantações.

Fonte: Revista Veja, Ed. Abril

Voltar